Vivemos uma era de alta conectividade e tecnologia. No ambiente corporativo, é cada vez mais nítido o aumento no número de computadores e outras máquinas capazes de transformar fatores como a organização do trabalho, a comunicação institucional, a geração de dados, a transmissão de informações e seu armazenamento. Mas como fica a segurança da informação?

Diante da crescente complexidade tecnológica, a equipe de TI se tornou essencial no corpo de funcionários das empresas — afinal, é preciso de mão de obra qualificada para fazer a administração de tantas máquinas e sistemas. 

Essa importância é redobrada quando o assunto é a segurança da informação. O profissional de TI sabe que esse tema é um dos desafios do seu cotidiano, e que é necessário estar sempre em busca das melhores práticas para evitar os já conhecidos ataques de cibercriminosos.

Neste post, você entenderá qual é o papel da equipe de TI para a segurança da informação. Confira!

Dados, dados e mais dados

Vivemos a era do Big Data, a era dos dados e das informações geradas pelas pessoas com velocidade e volume absurdos. De posse de um grande banco de dados, as empresas podem cruzar informações e traçar estratégias para se relacionar com clientes ou entender um pouco mais o seu perfil. 

Com tantos dados armazenados, é imprescindível que as corporações se preocupem com as consequências (tanto profissionais quanto as jurídicas) que um vazamento de informações dos clientes pode causar.

Os profissionais de TI têm como uma de suas atribuições a manutenção e segurança do banco de dados da empresa. Portanto, é de responsabilidade dessa área a análise dos riscos e a elaboração de soluções para não deixar exposto um material rico e confidencial. 

O pesquisador de falhas

Com certeza você já ouviu falar do setor de controle de qualidade. Muito comum em indústrias alimentícias e empresas de bens de consumo, essa área é responsável por aferir a qualidade do que está sendo produzido. 

Em TI, também é possível estabelecer um controle, porém, ao invés de um produto, a segurança é que passa por testes. O profissional de TI pode utilizar de seus conhecimentos sobre sistemas e ataques virtuais para simular ocorrências e testar a força dos sistemas de segurança.

Esse procedimento é bem importante, principalmente se pensarmos que as táticas e brechas encontradas por criminosos são pequenos detalhes dentro do código fonte de algum programa ou sistema.

Cuidados com a propriedade intelectual

Espionagem industrial, roubo de projetos, apropriação de ideias não registradas e plágio: todas essas ações têm como ponto de partida o uso indevido de propriedade intelectual.

Algumas empresas operam em segurança máxima durante o desenvolvimento de novos produtos e contam com a capacidade de sua equipe de TI para assegurar que as informações sobre os projetos não caiam em mãos erradas. 

Apesar de não estar relacionada com o setor de criação e desenvolvimento, a TI tem papel importantíssimo para garantir a exclusividade e confidência sobre um produto.

Sem uma equipe capacitada e com habilidades suficientes para estruturar redes de informações seguras, as empresas podem ver seus projetos milionários vazarem para mídia e para concorrentes. 

Solucionando problemas de Segurança da Informação

Por fim, abordaremos um assunto recorrente na vida dos profissionais de TI: a resolução de problemas.

Na grande maioria das empresas, a TI não opera apenas para estruturar processos de segurança ou de transmissão de informações: eles também são responsáveis por fazer a manutenção ou acompanhamento das ocorrências de erros e problemas internos. 

Isso não significa colocar a mão na massa e arrumar o computador do colega, mas sim acompanhar uma das tríades da segurança da informação, que é o fator humano.

Quando falamos de segurança, sempre precisamos pensar nas pessoas que operam as informações, afinal, elas podem cometer erros e comprometer a estrutura.

O profissional pode aprender com esses erros e entender mais sobre os processos tomados na empresa. Essa análise auxilia na criação ou melhoria de soluções digitais. 

Essas são algumas das informações que relacionam o profissional de TI à segurança da informação nas empresas. Agora que você já sabe um pouco mais sobre a relação entre TI e a segurança da informação, que tal aprender a montar um currículo matador para se destacar neste mercado? Nos vemos no próximo post!